O feriado da Consciência Negra, na quarta-feira, 20 de novembro, foi um dia de festa no Recanto dos Velhinhos, antecipando as comemorações natalinas. Um grupo de 22 famílias, cujos filhos estudam na mesma escola, se reuniram para fazer uma atividade de interação entre os idosos, crianças, jovens, mães e pais.
“Escolhemos o Recanto dos Velhinhos de Valinhos, porque já conhecia a entidade, onde sou voluntária uma vez por semana, com caminhada assistida, esmaltação das unhas das internas ou simplesmente sentar ao lado de deles para conversar. Planejamos as atividades para ser uma manhã alegre e as crianças com seu jeitinho prestativo, amigo e carinhoso de ser, contagiaram o ambiente e os idosos acabaram se envolvendo nas atividades: show de talentos com números de teclado e violão, jogo de dominó, confecção de cartões de natal e entrega de presentes pelo Papai Noel”, disse Sandra Helena Danella Cione.
O presidente José Rigacci e a diretora Tereza Marchiori Jorge acompanharam as atividades e todos puderam ver a alegria dos idosos e a satisfação de todas as crianças e jovens em participar.
Sandra destaca que os internos os receberam com carinho e presentearam as visitas com lindos depoimentos, como da Sra Mafalda para a mãe Cristiane, integrante do grupo: “Estou muito feliz, vocês trouxeram muita alegria. Hoje eu ganhei uma vida nova!”
O grupo que esteve no Recanto dos Velhinhos deixou uma mensagem: “Acreditamos ser muito importante estas ações sociais, são relações de aprendizado e convívio, que fortalecem laços afetivos, buscando levar alegria e ensinamentos para a vida de todos. Percebemos que não precisamos doar coisas materiais, mas doar um pedacinho do nosso tempo, através de nossa escuta atenta e gestos de amor, concluiu Camila, outra mãe, que ressaltou a necessidade destes idosos em compartilhar sua história de vida.
Foram momentos especiais vivenciados por todos e principalmente pelas crianças que estavam na maior expectativa, participando de todos os momentos da visita. Como disse Renata, outra mãe, integrante: “Realmente, há mais alegria em ofertar do que receber.”
Todos os internos receberam presentes das mãos do papai Noel e ganharam aquilo que queriam: roupas, calçados, perfumes, rádios, etc.
Valinhos, 21 de novembro de 2019. O feriado da Consciência Negra, na quarta-feira, 20 de novembro, foi um dia de festa no Recanto dos Velhinhos, antecipando as comemorações natalinas. Um grupo de 22 famílias, cujos filhos estudam na mesma escola, se reuniram para fazer uma atividade de interação entre os idosos, crianças, jovens, mães e pais.
“Escolhemos o Recanto dos Velhinhos de Valinhos, porque já conhecia a entidade, onde sou voluntária uma vez por semana, com caminhada assistida, esmaltação das unhas das internas ou simplesmente sentar ao lado de deles para conversar. Planejamos as atividades para ser uma manhã alegre e as crianças com seu jeitinho prestativo, amigo e carinhoso de ser, contagiaram o ambiente e os idosos acabaram se envolvendo nas atividades: show de talentos com números de teclado e violão, jogo de dominó, confecção de cartões de natal e entrega de presentes pelo Papai Noel”, disse Sandra Helena Danella Cione.
O presidente José Rigacci e a diretora Tereza Marchiori Jorge acompanharam as atividades e todos puderam ver a alegria dos idosos e a satisfação de todas as crianças e jovens em participar.
Sandra destaca que os internos os receberam com carinho e presentearam as visitas com lindos depoimentos, como da Sra Mafalda para a mãe Cristiane, integrante do grupo: “Estou muito feliz, vocês trouxeram muita alegria. Hoje eu ganhei uma vida nova!”
O grupo que esteve no Recanto dos Velhinhos deixou uma mensagem: “Acreditamos ser muito importante estas ações sociais, são relações de aprendizado e convívio, que fortalecem laços afetivos, buscando levar alegria e ensinamentos para a vida de todos. Percebemos que não precisamos doar coisas materiais, mas doar um pedacinho do nosso tempo, através de nossa escuta atenta e gestos de amor, concluiu Camila, outra mãe, que ressaltou a necessidade destes idosos em compartilhar sua história de vida.
Foram momentos especiais vivenciados por todos e principalmente pelas crianças que estavam na maior expectativa, participando de todos os momentos da visita. Como disse Renata, outra mãe, integrante: “Realmente, há mais alegria em ofertar do que receber.”
Todos os internos receberam presentes das mãos do papai Noel e ganharam aquilo que queriam: roupas, calçados, perfumes, rádios, etc.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

Website desenvolvido por Inspire Ideias | Marketing Inteligente
Subir
Siga-nos: