A necessidade de recursos para manter o atendimento no Recanto dos Velhinhos, está pautado no serviço de telemarketing que tem se tornado um importante aliado na entidade.
Para facilitar o contato o Recanto dos Velhinhos precisou alterar o telefone que agora atende pelo número: 19 3114-6906. “Se você não recebeu a nossa ligação, mas quer nos ajudar, teremos o maior prazer em atendê- lo, ligue pra nós, porque continuamos com nossa campanha: “A solidariedade é contagiosa! Contagie-se e se deixe contagiar”, ajude o Recanto dos Velhinhos de Valinhos e se receber a ligação da nossa entidade diga sim! “, disse o admnistrador Carlos Latância.
Todo o recurso que chega para o Recanto dos Velhinhos, está ajudando a equilibrar as despesa com os 47 internos acolhidos pela instituição, que recebem cinco refeições e o atendimento da equipe multidisciplinar que inclui médico, enfermeiros, psicólogo, assistente social, nutricionista, cuidadores, terapeuta ocupacional, educador físico, pessoal de limpeza e manutenção, que exige um valor fixo mensal alto, agora com um custo a mais do transporte dos funcionários, para que não utilizem transporte público afim de evitar aglomerações e ao mesmo tempo cuidar da segurança dos idosos.
“O nosso apelo é contante, ajude ao Recanto sdos Velhinhos, queremos continuar oferecendo qualidade de vida aos nossos internos e sua colaboração é muito importante!”, destaca o presidente Carlos Roberto Teixeira.

Com a pandemia, acentuou anecessidade de buscar recursos para manter o atendimento no Recanto dos Velhinhos, o telemarketing é um importante aliado, foi implantado há dois anos econtinua o seu apelo de ajuda à entidade.“Esse recurso está nos ajudando aequilibrar as nossas despesas, já que não podemos realizar os eventos por contada pandemia, se puder nos ajuidar ligue 19 3114 6906.
O ano de 2020 foi difícil, fechamos em vermelho e precisamos daajuda de todos para continuar o nosso atendimento aos 47 internos. Servimos cinco refeições diárias, temos uma equipe multidisciplinar que inclui médico, enfermeiros, psicólogo, assistente social, nutricionista, cuidadores, terapeuta ocupacional, educador físico, pessoal de limpeza e manutenção, que exige umvalor fixo mensal alto, agora com um custo a mais do transporte dos funcionários para que não utilizem transporte público para evitar aglomerações e ao mesmotempo cuidar da segurança dos idosos.
“Antes da pandemia muitos voluntários nosajudavam, mas agora dependemos da nossa equipe de trabalho”, disse o presidente Carlos Roberto Teixeira. O presidente destaca ainda: “Os eventos que promovemos nos ajudaram na complementação das verbas recebidas, mas hoje sem esses valores, estamos com mais dificuldades para a manutenção dosprédios, modernização de equipamentos, que são fundamentais para o bem estar do idoso. Essa é nossa preocupação, por isso vamos em busca de receitas que nospermitam continuar o trabalho. O telemarketing tem esse objetivo: aumentar aentrada de recursos para manutenção do padrão de atendimento”.   
A entidade continua com seu apelo: A entidade continua com seu apelo: “A solidariedade é contagiosa! Contagie-se e se deixe contagiar”, ajude o Recanto dos Velhinhos de Valinhos, se receber a ligação da entidade diga sim!

O Recanto dos Velhinhos de Valinhos, atendendo a exigência do estatuto, realizouno sábado 13 de março, a Assembleia Geral Ordinária, de forma online, pelaplataforma do Meet. O Presidente do Recanto dosVelhinhos Carlos Roberto Teixeira abriu o encontro, dizendo que exatamente háum ano acontecia a assembleia para eleição da nova diretoria e logo sem seguidativeram que fechar o Recanto para visitas e para todas as atividades, foram adotadostodos os protocolos e os idosos passaram um ano tranquilo, na segunda onda,alguns idosos testaram positivo, mas a situação está sob controle.
A assembleia foi presidida por Geraldo Gosdschimidt, secretariado pela Aline Prado, coordenadora do Círculo de Amigosdo Patrulheiros de Valinhos.A ordem do dia da assembleia: Apresentação, análise do Relatório das Atividades do Recanto, ano 2020; Apresentação Relatório Financeiro 2020 e Assuntos gerais.
A explanação das atividades de2020 foi feita pelo administrador Carlos Latância e entre elas foramdestacadas:  finalização das obras dalavanderia e instalação da máquina de lavar e secar; início da reestruturaçãoda infra da rede de internet e telefonia; adequação da sala para isolamentopara casos suspeitos, troca de colchões e travesseiros com verba da lei14018/1020.; construção de sala para visita dos familiares, devido a pandemia. Implantação de vídeo chamadas dos idosos com seus familiares, criação de grupos com familiares passandoinformações sobre a COVID -19 e também sobre o idoso.
Os passeios foram suspensos,mas no primeiro trimestre puderam ir à festa do Figo, tiveram o baile decarnaval e um café da manhã com o Alexandre que fez pães diferenciados queagradou demais os internos. Comemoração de Páscoa, Dia das Mães, Festa Junina, dia dos Pais, Semana do Idoso e Natal, tiveram comemorações apenas com os idosos e funcionários.
Foram realizados apenas dois eventos comretirada em drive thru de uma feijoada e um almoço, comemorando o aniversário de47 anos do Recanto dos Velhinhos. Colocado em votação, o relatório foi aprovado por unanimidade através de um link online. No Relatório Financeiro 2020, oadministrador apontou as principais dificuldades causadas pela pandemia, que geraram mais despesas para a instituição, ocasionando um déficit financeiro, porém como a entidade tinha um saldo positivo em 2019, foi possível abater o prejuízo de 2020 e manter uma pequena reserva para 2021.
O relatório, também foi aprovado, porunanimidade. Finalizando a assembleia, no item assuntos gerais, o presidente Carlos Roberto Teixeira fez um relato emocionadodesse primeiro ano de sua gestão. “Sabia que teria desafios, mas não esperava que fosse dessa maneira. A cada hora é uma informação nova, um procedimento novo, passamos um ano praticamente tranquilos com as medidas e protocolos queadotamos, visando garantir o bem estar de nossos internos.
Começamos 2021 comum novo cenário, e por infelicidade afetou alguns internos, acredito que esteano se não for igual a 2020, será ainda mais desafiador. A cada momento umacoisa nova, confesso que muitas vezes tive vontade de chorar, estou fazendotudo o que posso, venho todos os dias ao Recanto, estamos privando os nossosinternos da liberdade, mas cada um de vocês sabem o amor pelo Recanto, aligação forte que temos e estou aqui na presidência, porque tenho vocês que meajudam a dão força. Desejo que neste ano, com essa pandemia, possamos vencer osdesafios, vamos seguindo as orientações, com o trabalho comprometido de todasda diretoria, os nossos colaboradores, que estão sendo constantementetreinados. Não sou de falar bonito, falo o que estou sentindo e confesso queestou muito preocupado com os nossos internos, porque nosso compromisso é paraque tenham vida digna e temos certeza que dentro do Recanto estão vivendo bem, talvez se estivessem em suas casas, não estariam mais entre nós. Me ajudem”, finalizou o presidente.

Mais uma vez o Recanto dos Velhinhos foi agraciado pelo Grupo Cada Gesto Conta com a doação de 600 pares de luvas de procedimento, que vai ajudar a entidade, que tem investido pesado na compra de EPIs para uso dos funcionários, que inclusive tiveram um treinamento especial sobre a importância dos EPEIs para a segurança de todos.
Também a Santa Casa foi beneficiada com 175 litros de álcool 70%, uma necessidade no hospital para desinfeção dos quartos, leitos, cadeiras, etc. O Grupo Cada Gesto Conta ainda fez doações de 90 cestas básicas, com um total de 990 quilos de alimentos, para Casa da Criança, Aces e Pastoral da Criança
Como disse um dos integrantes do Grupo Cada Gesta Conta – Francisco Estevão dos Santos Nogueira, o Zico: “É Deus no comando, como é bom ser bom”.

Na manhã de segunda-feira, 8 de março, colaboradores do Recanto dos Velhinhos participaram de uma reciclagem sobre uso e retirada do EPI – Equipamento de Proteção Individual e medidas de prevenção frente ao coronavírus.
Os funcionários foram divididos em dois grupos, com treinamento na segunda e terça-feira, a fim de que todos fossem devidamente treinados e lembrados da importância dos equipamentos de segurança,
O treinamento ministrado pela Enfermeira Ireni Rosa da Silva Camargo, Diretora do Recanto dos Velhinhos teve como objetivo reforçar a importância dos equipamentos e seu uso adequado.
“Estamos tomando todos os cuidados aqui no Recanto dos Velhinhos para proteger os nossos internos e também nossos funcionários, contra o coronavírus. Esse treinamento sobre EPI – Equipamento de Proteção Individual – EPI que é todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, procura mostrar aos nossos colaboradores, a preocupação da diretora do Recanto em protegê-los contra riscos capazes de ameaçar a sua segurança e a sua saúde” destaca o presidente Carlos Roberto Teixeira.

Em vista das novas medidas restritivas de combate à COVID-19, o Recanto dos Velhinhos de Valinhos decidiu suspender temporariamente, o funcionamento dos dois bazares que acontecem sempre às quartas-feiras: semanalmente o de roupas e acessórios e a cada 15 dias o de móveis e utensílios, instalados em prédio anexo à entidade.
Os bazares já vinham observando as medidas de segurança com controle de pessoas, uso de máscara, medição de temperatura, mas o Presidente Carlos Roberto Teixeira decidiu suspender até que a cidade volte para uma fase menos restritiva.

Desde o início da pandemia, o Recanto dos Velhinhos de Valinhos adotou medidas rigorosas de higiene e segurança a todos os internos, todas as visitas foram suspensas, os voluntários foram impedidos de frequentar a entidade e todos os protocolos da ANVISA, Ministério da Saúde e Vigilância Sanitária e Epidemiológica foram cumpridos à risca.
No momento foram constatados casos de COVID-19 que estão em monitoramento pela Equipe médica do Recanto e pela Vigilância Epidemiológica, não havendo situação de pânico na entidade, que atende idosos com idade média de 85 anos e com comorbidades.
Muitas medidas foram adotadas desde março de 2020 como o transporte dos funcionários sendo contratada uma Van exclusiva para este serviço, sempre com o mesmo motorista que também seguiu os protocolos e higienização em cada viagem.
A entidade mantém uma ala para atender os idosos suspeitos da COVID-19 e outra ala para os casos confirmados. Utiliza os EPIs, faz diariamente o monitoramento de todos os funcionários, duas vezes ao dia, com a medição de temperatura e saturação e a qualquer sintoma, o funcionário é afastado imediatamente do trabalho, cumprindo a quarentena.
Com todas as medidas adotadas e obedecendo ao Plano de Contingência da Vigilância Sanitária, sob supervisão da Vigilância Epidemiológica, em quase um ano, os idosos estiveram em total segurança, todos receberam as duas doses da vacina, e estão em constante monitoramento.
Para garantir ainda mais a segurança e evitar o contágio, todos os idosos estão permanecendo em seus quartos, conforme a orientação da equipe técnica do Recanto dos Velhinhos, as áreas comuns como refeitório, sala de Terapia Ocupacional, Sala de TV e outros locais estão fechados.
“Toda a nossa equipe está fazendo o máximo dentro do Recanto dos Velhinhos, os casos de COVID-19 estão sob constante observação, e não deve ser motivo de pânico”, destaca o presidente Carlos Roberto Teixeira.

Você sabia que o Recanto dos Velhinhos tem um artesanato especial, produzido pela interna Maria Rita da Conceição Cremonesi? Esse artesanato em forma de toalhas, capas de almofada estão disponíveis com outras peças como: porta treco, caixas de tamanhos diversos, bandeja de MDF, porta azeite, Mini oratório em MDF, porta guardanapos, bonecas de pano, peso de porta, potes decorados e muito mais, no site da FEAV -Fórum das Entidades Assistenciais de Valinhos numa loja virtual, sendo que os recursos da venda vão para a entidade.
As peças produzidas por Maria Rita são feitas num tear de pregos, um equipamento simples, milenar e de pura arte. Ritinha, que tem 78 anos, está no Recanto dos Velhinhos desde 2007, fica horas tecendo suas peças usando apenas uma mão, a outra ficou imobilizada após um AVC. O trabalho no tear é fascinante e mágico!
O trabalho é realizado na sala de Terapia Ocupacional, onde Maria Rita é capaz de produzir verdadeiras obras de arte, com variação de cores. O resultado desse trabalho está no site www.feav.org.br, onde você pode passear pelas lojas do Recanto dos Velhinhos, Amigas da APAE, GAVV- Grupo das Amigas Voluntárias de Valinhos, ACESA, Grupo Margaridas da Casa da Criança e Grupo Rosa e Amor. Lá na loja virtual, tem muitas peças, predominando o bom gosto e o preço justo.
Visite o site da FEAV, conheça o resultado dessa técnica e ajude as entidades de nossa cidade.

O Recanto dos Velhinhos de Valinhos sempre surpreendido por boas ações. Sábado pela manhã, integrantes do Projeto Anjos do Amanhecer, chegaram na entidade com 740 fraldas geriátricas e mais 30 quilos de tampinhas plásticas.
Essa não é a primeira vez que o grupo se reúne para ajudar o Recanto dos Velhinhos porque o objetivo dos integrantes do Projeto Anjos do Amanhecer é ajudar o Recanto e outras entidades.
A doação recebida pelo administrador Carlos Latância, sempre chega em boa hora na entidade. “O consumo de fradas e muito alto aqui no Recanto, com as doações deixamos de usar o dinheiro para compra de fraldas e usamos para outras necessidades de nossos internos, sem falar nas tampinhas, pois estamos cadastrados no projeto Tampinha Legal e essa será mais uma fonte de renda para nossa instituição”.
Doação do Supermercados Zarelli

Como resultado da campanha Natal Solidário, realizada pelo Supermercado Zarelli, o Recanto dos Velhinhos recebeu na quarta-feira 10 de fevereiro, 44 cestas básicas. O presidente Carlos Roberto Teixeira e o vice-Presidente Everson Roscito receberam as doações e de forma especial, agradeceram o gesto do Supermercado Zarelli e seus clientes que escolheram o Recanto dos Velhinhos para receber os donativos. A Campanha destinou 55 mil em vale compras e cinco toneladas de alimentos para as entidades.
“Atendemos em nossa entidade 48 idosos, oferecemos cinco refeições por dia, por isso agradecemos imensamente por esta ação de grande solidariedade e amor ao próximo”, destacou Carlos Roberto Teixeira – Presidente do Recanto dos Velhinhos.

O Recanto dos Velhinhos de Valinhos está cadastrado no programa Tampinha Legal, um dos maiores programas socio ambiental, de caráter educativo, uma iniciativa da indústria de transformação do plástico da América Latina. O Programa consiste na arrecadação de tampinhas plásticas de sucos, refrigerantes, requeijão, pasta de dente, etc., que depois são encaminhadas para uma cooperativa de reciclagem e todo recurso vem para a instituição.
O programa foi lançado em 2016, na segunda edição do Congresso Brasileiro do Plástico (CBP), e propõe ações modificadoras de comportamento de massa através do fomento e incentivo da coleta de tampas de plástico, uma iniciativa do Instituto SustenPlást.
O Presidente do Recanto dos Velhinhos – Carlos Roberto Teixeira, fala com entusiasmo desse programa: “As tampinhas começaram chegar no Recanto e resolvemos procurar para onde mandar, encontramos o Programa Tampinha Legal que nos dá toda orientação e assim como os lacres de alumínio as tampinhas de plástico estão nos ajudando, é uma receita extra que usamos de acordo com as necessidades dos nossos internos. Faço um convite a toda população, não jogue a sua tampinha no lixo, separe, guarde e quando tiver uma quantia traga até o Recanto dos Velhinhos que daremos uma boa destinação, cuidando do nosso meio ambiente e movimentando a economia”.
“Quando começamos arrecadar as tampinhas, a cooperativa de reciclagem, sugeriu que elas fossem separadas por cores e aí a equipe técnica do Recanto dos Velhinhos, propôs que fosse uma atividade da Terapia Ocupacional, já que é algo que trabalha coordenação motora, memória, cognitivo para poder reunir cores iguais, além de ser necessário saber se organizar para trabalhar em equipe e respeitar os limites do colega na hora de definir a “tarefa” de cada um” explicou a terapeuta ocupacional Camila Jorge.
E Camila destaca que a atividade acabou se tornando algo onde todos ganham, os idosos com estímulos importantes, cada um dentro da sua condição ou necessidade e o Recanto com a verba que recebe da venda dessas tampinhas. A atividade é realizada na sala de terapia ocupacional, mas tem dois idosos que preferem fazer a separação enquanto conversam debaixo da mangueira. “Para nós, o importante é o idoso e a vontade para fazer aquela atividade da maneira mais confortável para ele”.
“O envolvimento dos idosos, foi uma ideia sensacional, eles curtem fazer essa atividade de separação das tampas por cores, quando essa atividade acontece é uma festa, eles conversam na mesa, trocam informações e rapidinho separam as tampinhas”, completa o presidente.
Até o ano passado o programa ultrapassou R$ 1 milhão de reais destinados 100% para entidades assistenciais participantes num total de mais de 300 instituições em vários estados do Brasil.

Page 1 of 421 2 3 42
Website desenvolvido por Inspire Ideias | Marketing Inteligente
Subir
Siga-nos: